Crianças também na onda do Tie Dye

O termo “tie-dye” significa, literalmente, em inglês, “amarrar e tingir”. É uma antiga técnica de tingimento artesanal, segundo a qual uma peça de roupa deve ser torcida ou amarrada e depois mergulhada em tinta.

SURGIMENTO

“Tie-dye”, a palavra, como conhecemos hoje, surgiu nos EUA, nos anos 1960 e 1970, e ganhou destaque atrelada ao movimento hippie. No entanto, a técnica desenvolvida pelos japoneses, entre os séculos VI e VII, foi muito utilizada em países como Japão, China, Índia, Peru e no continente africano.

RESURGIMENTO

Agora, a quarentena forçada, por conta da pandemia do novo coronavírus, despertou a criatividade de muitas pessoas, inclusive de crianças, fato também motivado pelo fechamento do comércio, que forçou o aproveitamento das peças existentes no guarda-roupa.

NOVA TENDÊNCIA

O tie-dye saiu das passarelas, foi para as páginas de influenciadores e acabou ganhando força nos últimos meses, a ponto de muitos famosos aderirem ao estilo, tanto na montagem do visual quanto na produção caseira.

E neste mês dedicado às crianças, nada mais legal do que usar uma modelo infantil para realçar esta nova/antiga moda.

Foto: @juelaynegondim
Modelo: @clarissa.freitas.oficial

Be the first to comment on "Crianças também na onda do Tie Dye"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*