Gelontologia

origem da palavra “Gelontologia” vem do grego, pois, Ghelos é o Deus do Riso e assim, significa a terapia pelo riso ou diversão (estudo do riso). Ciência que estuda os benefícios para a saúde pelo ato de rir. Na Polônia o desenvolvimento desse tratamento é utilizado desde 1999 com grande sucesso; iniciado pela Fundação “Dr. Clown” tendo os terapeutas vestidos de palhaços usando muito colorido nesse trabalho nos hospitais infantis. As enfermeiras também se apresentam caracterizadas para encantar os pacientes mirins e têm instalações especiais para orfanatos e outros locais onde há crianças doentes ou deficientes ao redor do mundo. Os médicos que seguem tal
fórmula são os: Doutores da Alegria.


Dizem que o Homem é o único animal que ri, e o riso têm longas e interessantes histórias ao longo do tempo, inclusive servindo como terapia tão importante na cura de acidentes; não é sem motivo que existe o jargão: “Rir é o melhor remédio”. Por isso os meios de comunicação primam por seus humoristas e piadas agradam tanto. Os poetas surreais, que tudo podem, acham sorrisos em:
flores, animais, estrelas, etc. Na letra da canção de Roberto Carlos há a afirmação de que: “meu cachorro me sorriu latindo”… À sublime Arte são permitidas certas incoerências. O sorriso enigmático da Mona Lisa afixado em tela pelo gênio Leonardo Da Vince fez dele o principal artista do Renascimento e sua tela está exposta no Museu Louvre em Paris onde se formam filas enormes de apreciadores pelo prazer de contemplá-la. Como o choro que nem sempre acontece por tristeza, mas por alegria, emoção e demais sentimentos, o riso pode não expressar um estado de alma contente ou felicidade de vida. São muito comuns os sorrisos sarcásticos, de inveja, ira ou tédio. Há pessoas risonhas, porém maldosas (usando uma máscara bonita para enganar) e outras são carrancudas, (cara fechada, feia) mas, incapazes de quaisquer pecados.


Entretanto, o sorriso embeleza a face, conquista facilmente, o que é admirado sempre. Em tempos da sociedade colonial e aristocrata o sorriso servia de “senha” para os namorados se sentirem aceitos, era o consentimento de aproximação já que não havia telefones, celulares, internet, e outras parafernálias, apenas bilhetes e acenos. As mulheres não podiam demonstrar seus verdadeiros sentimentos. Precisavam manter obrigatoriamente um riso discreto, mesmo falso e forçado, por pura educação. Daí
o conhecido ditado popular: “Quem vê cara, não vê coração”. Atualmente se pode dar gostosas gargalhadas que não fazem mal a ninguém, pelo contrário. Os brasileiros riem pelas coisas mais banais e detêm a fama de povo alegre que brinca e acha graça até das próprias mazelas, chegando ao exagero e lembrando a frase: “Muito riso
é sinal de pouco siso”. O Dia seis de novembro é considerado Dia Nacional do Riso que deve ser valorizado devido à sua importância, pois contagia e traz leveza aos relacionamentos sendo de grande valia para o Ser Humano.


Malude Maciel
Membro da ACACCIL

Be the first to comment on "Gelontologia"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*