Menos é mais

Quase todo mundo já ouviu essa frase e por muito tempo ela ainda é repetida. Tal frase tem a ver com o movimento minimalismo que tem como ideia principal a redução de interferências e a percepção maior do foco principal de algo.

Na moda o design minimalista não é passageiro. O minimalismo nasceu das mãos do estilista Cristóbal Balenciaga a partir da década de 1950 e desde então ganhou adeptos que apreciam bastante essa influência, e desta forma consegue provar com preto no branco que veio para ficar.

A silhueta pode ser bem marcada com peças fundamentais, tais como camisetas básicas, vestidos e calças leves, além de acessórios que não interfiram muito no look final. A paleta de cores que compõem um guarda-roupa minimalista deve partir de cores neutras, como preto, branco, cinza, marinho, bege, marrom e outros tons mais versáteis que primam para combinações mais sóbrias. A geometria está bem presente no minimalismo, com estampas de listras, poás, xadrezes (como o do editorial que se chama Argyle) e até com algumas linhas orgânicas que se ajustam à silhueta o que pode trazer harmonia e leveza aos looks.

Aqui deixamos vocês com uma linda percepção do estilista e produtor Audie Deyves, grande profissional de vida minimalista e lamentavelmente breve, que contribuiu muito com esse estilo de design na moda e transfere para as lentes de Luciano Medeiros, modelo David Abdeno a arte de ser moderado, mas elegantemente suficiente. Agradecemos bastante a sua colaboração Audie e seguiremos com você e o minimalismo: essencial e atemporal. Que seja simples, mas que seja marcante.

Whitney Barros
Foto Luciano Medeiros – @fotomedeiros
Modelo David abdel – @daviabedeno
Estilista Audie Deyves

1 Comment on "Menos é mais"

  1. Realmente, um artigo intetessante; muito embora naovseja meu ramo de atividade, conhecimento nunca é de mais de mais.zaidan

Leave a comment

Your email address will not be published.


*