Valorização de pessoas e a revolução industrial

Tive o prazer de participar de uma palestras onde muito falava sobre tecnologias  e que,  em um futuro não tão distante,  as máquinas irão tomar o espaço de empregos .

Isso já vem acontecendo  e o que me preocupa não é a evolução das máquinas e sim a nossa ignorância , a falta de conhecimento e, consequentemente, o não acompanhamento desse ritmo veloz .

É preocupante, existir empresas que ainda tratam funcionários como máquinas e não como seres pensantes.

Essa evolução no nosso cenário extremamente despreparado é preocupante , onde as máquinas, que eram para tornar tudo mais simples e fácil , poderão servir como descarte de humanos tornando a relação entre pessoas cada vez mais distante.

Mas o intuito desse texto é pra conscientizar que não estamos nesse futuro e que as pessoas precisam ser valorizadas, o número de pedidos demissões vem aumentando não por salários e sim pela falta de um “obrigado “ nas organizações .

Capacite, ensine , acredite mas não esqueça:

Pessoas ainda fazem a diferença e sempre vão fazer.

Sheylla Lopes Campelo

 

Be the first to comment on "Valorização de pessoas e a revolução industrial"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*