VULVODÍNIA

A vulvodínia é um tipo de dor pélvica crônica de origem ginecológica, onde temos dor e/ou ardência na região da vulva (sem nenhuma outra doença ou infecção ginecológica associada). Essa região fica mais sensível devido a uma alteração nos nervos localizados ali, e o cérebro entende qualquer estimulo na região, como algo muito doloroso.
As mulheres acometidas pela vulvodínia, sentem dor e/ou ardência quando:

– Colocam um absorvente internou externo;
– Tocam na região vulvar;
– Quando passam muito tempo sentadas;
– Algumas até mesmo quando colocam a calcinha ou uma calça jeans.

Existem dois tipos de vulvodínia:

– Expontânea (quando ela sente o dia todo);
– Localizada provocada (quando se toca em alguns pontos na região vulvar ou se coloca o
absorvente ou ainda durante o ato sexual).

O tratamento requer uma equipe multidisciplinar com fisioterapeuta pélvico(a),
ginecologista, psicólogo(a) e nutricionista especializado na saúde da mulher.
No tratamento fisioterápico iremos utilizar técnicas e recursos para trabalhar:

– Relaxamento e alongamento;
– Mobilidade pélvica;
– Liberação de pontos de tensão;
– Reeducação sensorial;
– Orientações.

E importante ressaltar que a pratica da meditação e atividades físicas liberam endorfina, que é
uma substância analgésica natural, auxiliando no alívio da dor. A vulvodínia tem tratamento,
por tanto se você passa por isso, trate e melhore sua qualidade de vida.

Thaisa Pereira

Bacharel em fisioterapia;
Especialista em Fisioterapia Pélvica e Obstétrica;
Especialista em Linfotaping;
Especialista em Estética Íntima;
Colaboradora da revista Moda&Negócios.

Be the first to comment on "VULVODÍNIA"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*